logo-site
01 05

7 Motivos para NÃO cortar o carboidrato definitivamente da dieta



O carboidrato presente em alimentos como pão, arroz e massas é considerado um vilão na hora de se perder aqueles quilinhos a mais. Por isso, muitas pessoas acabam cortando totalmente este nutriente da sua dieta, o que é um erro!

comer carboidrato

O carboidrato é muito importante para o bom funcionamento do organismo, sendo utilizado como sua principal fonte de energia para a realização das atividades do dia a dia. Portanto, a restrição realizada a longo prazo ocasiona um “stress” no organismo, podendo ocorrer perda de massa óssea e muscular.

Além disso, veja outras possíveis alterações que podem acontecer quando se corta definitivamente o carboidrato da alimentação:

 – Sentir-se exausto: Dietas restritivas podem alterar de forma negativa o rendimento esportivo e até favorecer o aparecimento de problemas de saúde, como a hipoglicemia. Por isso, atletas não devem diminuir a ingestão desse nutriente e os praticantes de qualquer atividade física precisam calcular bem a diminuição.


 

– Odores diferentes: As dietas low carb são conhecidas por fazerem com que o nosso corpo comece a exalar cheiros não tão agradáveis. Isso, é ocasionado pela cetona, uma substância liberada pelas gorduras metabolizadas. Segundo alguns estudos, pessoas com níveis mais elevados de cetona na corrente sanguínea relataram sintomas de odor desagradável.

 

 – Boca seca: A famosa cetona também pode causar boca seca e constante sede. Ingerir mais água pode compensar o efeito, mas não irá resolver os outros problemas ocasionados por essa substância.

 

– Crises de fome: Quando uma pessoa se encontra cansada, estressada ou apenas com fome, o açúcar será a primeira opção do corpo. Atacar uma barra de chocolate não será a melhor opção nesse momento, mas com certeza será a mais rápida. Consumir menos carboidrato as vezes faz com que você perca o controla sobre seus desejos, aumentando o risco de fugir da dieta.

 

– Efeitos colaterais: Sintomas como fadiga, dores de cabeça, tonturas, indisposição e irritação fazem parte da lista de efeitos colaterais de uma dieta sem carboidrato.

 

– Constipação intestinal: Uma alimentação desequilibrada (pobre em fibras), com baixa ingestão de líquidos e sedentarismo, prejudicam o organismo como um todo, inclusive o intestino, que provavelmente não funcionará regularmente.

 

 – Sobrecarregar os rins: Mais uma vez, as cetonas entram em cena. Elas são substâncias altamente ácidas e acabam deixando a corrente sanguínea ácida também. Isso. pode ocasionar o desenvolvimento de pedras nos rins e contribuir para a perda óssea (em casos extremos, mas vale o alerta!).

#fitnessdiario

 

 

 

 

Gostou do Post? Compartilhe: