logo-site
10 04

Benefícios e Cuidados de se realizar Corrida



A corrida é considerada um ótimo esporte para quem busca uma boa forma e saúde, tanto física quanto mental. Mas, muitas pessoas não conhecem realmente todos os benefícios e cuidados exigidos por esse exercício. Se você é um adepto da corrida ou pensa em iniciar a prática dessa atividade ou até mesmo têm curiosidades e dúvidas, fique atento neste post.

A corrida é uma das únicas modalidades que promovem a movimentação de quase toda musculatura dos membros inferiores, incluindo os glúteos, quadríceps, posteriores de coxa e panturrilha. É aconselhado que se realize uma atividade paralela, como treinos funcionais, pilates e musculação, as quais irão possibilitar um melhor fortalecimento corporal.

Em relação aos benefícios podemos citar vários, dentre eles:


  • Aumento do metabolismo
  • Aumento do gasto calórico
  • Favorece o emagrecimento
  • Reduz o colesterol
  • Fortalece o sistema cardio-vascular
  • Auxilia no controle da hipertensão arterial
  • Melhora a circulação
  • Desenvolve a capacidade respiratória
  • Fortalece os músculos do diafragma e intercostais
  • Melhora a absorção de oxigênio pelos brônquios
  • Auxilia no controle do ritmo respiratório

Qualquer pessoa pode correr desde que tenha sempre orientação de um médico, o qual irá prescrever os exames necessários que atestem a capacidade para a atividade.

Caso o indivíduo possua alguma lesão ou doença crônica é necessário o acompanhamento com um profissional da educação física, que seja especializado em treinamento para corrida. Ele irá orientar a melhor maneira de se ganhar força e resistência para se realizar esse esporte com segurança.

Para aqueles que preferem se exercitar sozinhos ou não tem outra opção, é aconselhado que se realize treinos leves e moderados, já que a atividade muito intensa pode lhe trazer um grande risco se não for supervisionada por alguém capacitado.

É recomendado que os iniciantes comecem com corridas intercaladas com caminhada. Por exemplo, andar por 3 minutos e correr 2 minutos. Pode-se aumentar semanalmente o tempo que se corre, obedecendo um ritmo moderado até atingir por volta dos 35 minutos de atividade. Assim, consegue-se um controle da capacidade muscular, bem como aeróbica.

Vale ressaltar que aqueles que possuem doenças de risco como, insuficiência cardíaca ou artrose devem ficar atentos, principalmente com o esforço excessivo e com a grande fadiga.

Já quando orientada, saudável e fortalecida, a pessoa poderá tranquilamente separar seu tênis e apostar com tudo na corrida! Fica a dica…#fitnessdiario 

Gostou do Post? Compartilhe: