logo-site
03 03

Dicas para reduzir a Flacidez



A flacidez pode ser caracterizada pela perda de tonicidade da pele e músculos, é ocasionada quando as fibras que sustentam essas estruturas se tornam enfraquecidas. Essas fibras são compostas de colágeno e elastina, que são proteínas sintetizadas pelo corpo a partir de outras proteínas que ingerimos na alimentação.

As mulheres são mais afetadas pela flacidez que os homens, principalmente devido as variações hormonais, que provocam alterações na produção de colágeno e elastina. E o envelhecimento é o principal causador, isso porque, com o passar da idade a pele e os músculos começam a perder a tonicidade e elasticidade.

Porém, existem outros fatores que predispõem o desenvolvimento da flacidez, dentre eles podemos citar: a obesidade, gravidez, má alimentação, genética, o efeito sanfona, excesso de sol e sedentarismo.

Infelizmente, não há como combater a flacidez totalmente, porém existe formas de reduzir e evita-la. Veja:


PARE DE FUMAR
O cigarro possui cerca de 4.000 substâncias químicas e algumas delas possuem a capacidade de alterar a estrutura do colágeno e elastina. Mesmo que você fume pouco, este hábito acaba levando à formação de rugas e ao surgimento de flacidez na pele. A cada tragada o fornecimento de oxigênio para a pele é interrompido, dificultando a chegada de nutrientes para este tecido. A dica é largar de vez o cigarro!!

BEBA MUITO LÍQUIDO
Uma pele desidratada possui uma menor elasticidade, não sendo capaz de voltar a sua forma normal durante a perda de peso. A elasticidade está altamente relacionada com bons níveis de hidratação, isso porque o corpo é aproximadamente composto por 60% de água. Portanto, para evitar a flacidez é necessário manter uma adequada ingestão de líquidos.

REALIZE EXERCÍCIOS RESISTIDOS

A musculação é uma ótima opção para reduzir a flacidez, porém deve ser feita com regularidade. Os exercícios resistidos fortalecem e  tonificam a musculatura, evitando que as fibras musculares e da pele se tornem enfraquecidas. A flacidez normalmente aparece em locais específicos como o abdômen, interno de coxas, bumbum, e parte interna dos braços, com a musculação é possível trabalhar cada parte afetada isoladamente, através de exercícios específicos. Procure um profissional da área, o qual saberá traçar os melhores treinos de acordo com seus objetivos.

EVITE BANHOS  MUITO QUENTES
A água quente provoca uma desidratação na pele, favorecendo o aspecto flácido. Por outro lado, a água fria favorece a melhora da circulação, contribuindo para que os nutrientes cheguem mais rápido e em quantidades adequadas para manter a pele saudável. Além disso, contribui para a tonificação e hidratação do tecido. Não é necessário tomar o banho sempre em água fria,  a temperatura mediana (morna) já favorece o combate a flacidez, portanto banhos muito quentes são prejudiciais a pele e também aos cabelos.

MANTENHA O PESO ESTÁVEL

Quando perdemos muito peso de forma rápida, o corpo busca retornar o aspecto da pele o mais normal possível. Porém  quando envelhecemos o organismo acaba perdendo esta capacidade, devido a diminuição da produção de colágeno e isso resulta em uma pele permanentemente flácida. Esta diminuição se inicia após os 30 anos, portanto busque perder peso de forma gradual, isso permitirá que a pele consiga voltar ao normal aos poucos.

TENHA UMA BOA ALIMENTAÇÃO

A alimentação é primordial no combate a flacidez, nosso corpo reflete na aparência o que ingerimos diariamente. Alimentos como frutas, verduras, proteínas magras fornecem nutrientes essenciais para a saúde da pele e músculos.

Alimentos que possuem vitamina C, E e A contêm antioxidantes que combatem os radicais livres, que são os responsáveis por causar o envelhecimento precoce e flacidez. Contribuem também para a formação de colágeno.

Exemplo: kiwi, morango, nozes, cenoura

As proteínas são essenciais no cardápio, pois ajudam  na formação do colágeno e massa magra. Também impedem que o corpo utilize dos músculos como fonte de energia. Proteínas de boa qualidade são encontradas em peixes, peito de frango, feijão, lentilha, laticínios light, patinho bovino ou lagarto.

Outros alimentos que contribuem para reduzir a flacidez são a aveia e o arroz integral. O primeiro possui silício, um mineral que atua na formação de colágeno e o segundo contêm vitaminas do complexo B, que colaboram para manter a pele firme.

Vale também ressaltar que o consumo de frituras, refrigerantes e doces contribuem para a piora da flacidez, pois esses alimentos promovem o aumento das inflamações no organismo, causando a distensão da pele.

EVITE O EXCESSO DE SOL

O excesso de sol é considerado uma das maiores causas de flacidez. Os raios ultravioletas danificam a epiderme e a derme (camada mais profunda). O colágeno é encontrado na derme e os raios possuem a capacidade de destruir esta camada de colágeno, prejudicando o sustentação da pele e resultando em flacidez e envelhecimento precoce.

O uso de protetores solares contribui para reduzir os efeitos lesivos do sol, porém, mesmo assim recomenda-se evitar a exposição excessiva principalmente no período de 10 da manhã até as 16 horas.

Bom galera, é isso! Procure seguir essas dicas e observe você mesma a diferença.

#fitnessdiario

 

Gostou do Post? Compartilhe: